Visão de mundo

follow site O Carl deixou um comentário, dizendo que é anarquista, acabei me empolgando e o comentário que eu iria fazer virou post…

buy Pregabalin online australia Bom, eu não sei dizer ao certo o quanto anarquista eu sou… acho que todo mundo é, só que em graduações diferentes, entende? Alguns são apaixonados por ela, outros (a maioria) são enrustidos, muitos por medo, outros tantos por falta de informação. Até que me acho pouquíssimo anarquista de acordo com a definição histórica.

Este texto está aqui não por falar em Anarquia, mas sim porque ele reflete a ideologia de quem curte trance. E eu AAAAAAAAAMO! Essa coisa assim meio natureba e hiponga é muito preciosa justamente por ser algo de cada um consigo mesmo, não é uma coisa pro mundo, não é algo para vender, não existe em uma vitrine.

E ao contrário do que a maioria pensa, não rola apologia às drogas. Mas também não rola proibição, as pessoas fazem o que querem sem medo ou culpa. É neste ponto que o trance se deixa seduzir pela Anarquia: os dois partem do princípio de que somos todos donos absolutos de nossas vidas, livres para tomar qualquer decisão na vida, até mesmo a de acabar com ela.

Os dois maiores sonhos da humanidade são liberdade irrestrita e capacidade de voar. Eu me permito a liberdade, é uma pena que voar não seja pra mim…

Sobre

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Vai que você curte

Leia o post anterior:
Tic-tac, tic-tac

Hoje eu estou cheia de citações e frases prontas na cabeça... Um site super legal de música eletrônica montou um...

Fechar