Poeta centenário

Hoje Drummond completaria 100 anos. Um poeta maravilhoso, não é meu favorito, mas é espetacular. Poderia dizer milhões de coisas, mas não diria tão bem quanto ele fazia. Assim sendo, coloco meu poema favorito entre os que ele escreveu.

Memória
Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão.

Mas as coisas findas,
muito mais que lindas,
essas ficarão.

Sobre

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Vai que você curte