Cada coisa no seu lugar

Eu não vou ficar publicando tudo que eu gostar do André Debevc, não, porque vai ser muita coisa. Faço diferente, coloco ele no lugar justo: Ali no cantinho d’Os fodas, onde linko o que leio que não é blog. São várias poesias e artigos deliciosos. Aqui vai ficar só “A mulher da calcinha de algodão”.

Sobre

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Vai que você curte

Leia o post anterior:
Inutilidade Pública

Existem coisas que a gente descobre que não têm a mínima utilidade, exceto a de contar para outros desocupados. Pois...

Fechar