Soldados do Q?

Há seis anos, na entrada da Reserva do Maciço da Pedra Branca, em Jacarepaguá, seis carinhas esquisitos se reuniram, descobriram uma amizade e alguns sonhos – utópicos, até – em comum. Foi com os sonhos debaixo dos braços que a banda buy accutane paypal Soldados do Q? meteu as caras e batalhou pacas. No final de 2002 e início de 2003 saiu um verdadeiro tesouro, o primeiro cd deles, absolutamente independente. Talvez isso deva ser motivo de preocupação em vez de alegria, afinal é uma puta sacanagem que para se começar seja necessária uma grana razoável; mas a finalidade deste post não é uma análise da palhaçada que é conseguir entrar em uma gravadora.

Foi em março desse ano que me deparei com o Max, vocalista dos Soldados, e comecei a trabalhar com os caras. Acompanhei-os por um bom tempo, pena que a mudança para Teresópolis me afastou deles e agora me contento em ser apenas uma amiga da banda. Adorei trabalhar com eles e os adoro muuuuito.

Os order Gabapentin online uk Soldados têm dois sonhos: o de viver de música e o de conseguir que suas letras sejam um apelo ouvido pelas pessoas certas. Eu aprendi a acreditar nestes sonhos com todas as minhas forças. Posso não ser nenhuma crítica de música, mas aposto que vocês ainda vão ouvir falar deles. Realmente, não sei como nunca falei deles aqui até hoje…

Eles são foda e para quem achar que vale a pena descobrir o que é que eu curto ouvir, embaixo tem trechos de uma música chamada Princípios e Filosofias e o site deles com downloads de algumas músicas fica aqui.

go here Sim, eu preciso dizer
Que eu não sou mais aquele de antes, não
Mas princípios e filosofias
Não saem do coração

Reações a atitudes sinceras
Tenha sempre argumentos para defender
Tudo aquilo que pensas, que trazes,
Que dizes, que fazes acontecer
Só assim podemos refletir
Sobre o rumo que vamos tomar
Pois no fim o caminho é o meio
e o receio ainda há de se justificar

Quem precisa de democracia
Quando a ordem de igualdade
é a massificação?

Sobre

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Vai que você curte

Leia o post anterior:
Divagações (teorias sobre possibilidades)

Meninas que crescem e viram mulheres. Tornam-se diferentes esteticamente, mas no fundo são todas figuras idênticas. Altas, baixas, morenas, loiras,...

Fechar