Domingos

Eu sempre achei domingos o mais puro retrato da mediocridade. Sabe, é triste esse dia sem nada na tv, dia de visitar a tia que te beija molhado e te mata de nojo. Dia que, quando chove como hoje, parece o dia mais longo do ano, que me perdoe o solstício de verão. Pois é,domingos são dias assim que a gente deixa passar para esperar quem sabe talvez um acontecimento para evitar que o domingo fique com toda essa cara de domingo.

E de repente, você ainda numa ressaca filha da puta por conta da festa com bebida liberada ontem, se pega pensando porra, esse vai ser mais um domingo merda mesmo, né? E segue seu instinto de domingos merdas, liga a tartaruga que chama de computador e cumpre os ritos de sempre: conecta; abre o blog; lê os comentários; e quase tem um infarte! Coração na boca, tremiliques nas mãos, olhos rasos dágua nem por tristeza, nem por saudades, pura e simples intensidade. Num é que ela esta de volta? Virando para mim e dizendo que nem mesmo ela é assim tão Menina da Torre. Ora, pombas, vê se pode tamanha cara-de-pau? Daqui a pouco ela vai dizer que não é feliz, que não sabe escrever e mais um monte de mentirinhas de modéstia, coisa de quem nega, mas sabe como transformar qualquer banalidade em momento inesquecível. Vão lá, leiam, conheçam e aprendam a ser fãs. Como eu sou, apesar de me atrever a me encaixar na categoria amiga também. Ela é dessas pessoas que nos fazem acreditar em felicidade, ela sempre tem um sorriso, um sarcasmo e e um ombro pra quando a gente precisa, ela parece que nunca vai passar despercebida. Pra resumir, ela é ela e como ela não existe igual.

Em tempo, quem estiver de saco cheio de ouvir eu escrever sobre ela, tem duas escolhas: ou aprende a tolerar meu fanatismo ou passa a ignorar meus posts…

Sobre

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Vai que você curte

Leia o post anterior:
Eu sim, e daí?

Sim, eu preciso dizerQue não sou mais aquele de antes, nãoMas princípios e filosofiasNão saem do coraçãoSoldados do Q? -...

Fechar