Eu sim, e daí?

Sim, eu preciso dizer
Que não sou mais aquele de antes, não
Mas princípios e filosofias
Não saem do coração

Soldados do Q? – ouça aqui

Alguma coisa mudou sim. É tempo demais para dizer que eu não mudei. O rosto é o mesmo, só com a expressão um pouco mais pesada. A fé nas pessoas já não é mais a mesma e o absurdo sarcasmo que se alternava com momentos de profunda doçura agora vai se moldando, encontrando um meio termo que já não é tão doce nem tão cruel. Já não me importo tanto com a cultura, com a política ou com qualquer coisa do gênero. Ando muito umbiguista. E também não tenho tido tempo nem ânimo para ler as coisas que sempre me interessaram, o mundo continua passando, mas eu parei para tomar um cafezinho e perder um tempo olhando pra mim, mesmo que isso não seja muito agradável.

Este blog anda muito umbiguista também, com momentos diarinhos demais. Essencialmente, essa idéia não me atrai, porque não é a minha noção de bom blog, porque não sou nenhuma Menina da Torre, nem Aninhaa e muito menos sei ser Mond; não sei transformar minha vidinha em maravilha invejável. Também parei de postar meus contos porque não sou nenhuma Mel.

Se estou bem? Ah, estou sim. O trampo novo está me tirando o sangue, me causando medo e me ensinando muito sobre mim, sobre sociedade, sobre psicologia e sobre lidar com o ego das pessoas. Hoje vou fechar um grande negócio, só para mostrar que aprendi direitinho. Ainda vou entrar pra história e vocês vão poder dizer nossa, eu me lembro do blog dela, não sabia que ela era ela…

Sobre

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Vai que você curte