Quando eu crescer…

source Eu vou conhecer a terra das neblinas intermináveis e suas ilhas mágicas, depois vou pro mundo baixo ver os jardins de flores azuis e então dou uma passadinha nos bangalôs de tapetes vivos. Daí vou ter meu bar maravilhoso na minha casa toda branca, junto com a minha mesa de sinuca e uma linda mesa redonda para jogar baralho. Dentro da casa vou ter também uma cortina de miçangas numa das portas, almofadas coloridas por todos os lados, som potente para tocar festas e no jardim um São Bernardo vai correr entre as minhas roseiras sem se machucar e sem estragá-las. Meus filhotes vão aprender a nadar na piscina de casa e as maçãs eles vão roubar do próprio quintal, não vão precisar assaltar o vizinho.

can you order prednisone online E vou dar aulas e ensinar um monte de gente como Filosofia é uma coisa legal e não essa encheção de saco que a maioria conhece. E minha casa vai ser sempre cheia e vou ver todo mundo crescer. Então vou ficar velhinha, fazer artesanatos bem bacanas para vender na garagem e acho até que sou capaz de aprender a fazer crochê, só pra ficar velhinha de classe. E às cinco da tarde na minha casa vai ter sempre nescau e sanduíche, para quem quiser acompanhar as minhas histórias de quando eu era jovem… É um bom projeto, não?!

Sobre

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Vai que você curte

Leia o post anterior:
Resmungos

Você que me desconstrói quando me olha, que faz isso tudo de mulher perguntar-se se realmente é isso tudo de...

Fechar