O boato ultrapassa os limites do real

here Sabe aqueles e-mails que você recebe que vivem dizendo que existe um vírus no seu computador com ícone de ursinho? Ou aquele que te avisa que fulano@qualquercoisa.com é um vírus que entra pelo seu msn? Quantas vezes você vê as pessoas passarem e-mails com essas informações sem nem parar pra pensar? E a cerveja que causa leptospirose? E a pessoa que quase morreu porque quis esquentar água no microondas? E o perigo do consumo do monóxido de dihidrogênio? Esse é meu favorito!

here O mal de tudo que citei é que as pessoas passam adiante sem questionar, sem parar pra pensar em nada. O mesmo acontece com aquela história de acordar numa banheira cheia de gelo sem os dois rins… O medo que faz com que esses e-mails se espalhe é o mesmo que se alastra por Curitiba graças a um e-mail vindo de Cascavel, no oeste do Paraná: trata-se de uma folha informando que assaltantes estão sinalizando casas para avisar a outros bandidos quando é uma boa roubar determinada casa. Primeiro que ninguém encontrou nada ainda, segundo que não há a menor relação entre os assaltos em Cascavel e os adesivos.

Isso não passa de uma tolice, um belo trote. Por duas razões básicas: bandidos usariam tecnologias que não podem ser percebidas pelos alvos – celulares, por exemplo – e eu duvido muito que um ladrão vá avisar a outro qual casa roubar, pois pelo que eu saiba eles são concorrentes, não é mesmo?

Sobre

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Vai que você curte

Leia o post anterior:
Vício, vício, vício

Você conhece o Doubt? Não? Então entra! faz dois dias que não faço nada da vida além de brincar disso!!!...

Fechar