O desaparecimento da memória

see url O nome do post é esse mesmo. Por quê? Ora, me digam vocês onde estão as provas de suas lembranças.

buy provigil generic Cartas? Ninguém escreve mais, são e-mails que na verade quase nunca dizem nada e a gente apaga por causa do espaço ou imprime um ou outro muito especial e coloca… Onde mesmo que eu deixei?

Fotos? São a maioria digitais, que ficam no computador naquelas pastas bagunçadas que a gente nunca acha nada e também não imprime para por em um álbum e menos ainda em um porta-retrato.

Sou só eu, é? Só eu que reparo que as coisas que vivemos não têm mais provas e acabam boa parte delas condenadas ao esquecimento? Eu tenho lembranças ótimas de momentos que passei com Marcelo, Charles, Max, Menina da Torre, Deus e outros tantos que nem escrevem mais. Mas não tenho uma prova sequer. Nenhuma palavra escrita, nenhuma foto no meu álbum. Parece que a memória não é mais importante, parece que ninguém mais se importa em lembrar das coisas boas.

Ah, sei lá, vai ver isso é só manha de canceriana chegando perto do aniversário. Canceriano é assim mesmo, carente e fissurado por passado…

Sobre

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Vai que você curte

Leia o post anterior:
Sandy

Ok, eu vou dar o braço a torcer. Eu vou falar da Sandy. Não, eu não gosto dela. Por um...

Fechar