Meia dúzia de anos

Eu escrevo há seis anos!!! Putaqueopariu, seis? Ééééé, meia dúzia de anos não é metáfora. Tá, desconta daí os arquivos perdidos do tempo do weblogger, porque eu não posso provar, um ano em que praticamente não escrevi (2007), um monte de palavrões, os temas repetitivos e dá para saber porque ninguém mais vem aqui.

yasmin contraceptive pill buy online Pelas minhas estimativas, passaram entre os meus favoritos mais de 100 links, nos comentários eu nem faço idéia de quantos foram. Dos primórdios do tempo em que se postava e tinha que colocar acentos por código html só sobrou um cara na lista de amigos. Tem gente das antigas escrevendo? Tem sim, mas alguns não tem mais relação e eu definitivamente morro de preguiça de correr atrás. Na verdade, tem gente aqui que chegou um pouquinho depois, quase todos são links de Reticências, mas antigo mesmo só ele, acho que conheci no meu primeiro mês de blog. E ele nem tem escrito, diga-se de passagem.

É engraçado, porque sempre que falei com ele, saí com ele ou li o que ele escreve, sempre, sempre tive a sensação que nossa relação é para sempre. Hoje tive certeza disso. Porque ao futucar meus arquivos, percebi o quanto já falei dele… E porque o ele é tão importante? Porque ele foi quem me fez sobreviver quando matei Dona Rê.
Hoje, que esta casa assopra velinhas, eu queria sair com ele e tomar chopp da Devassa. Seria perfeito.

http://archmdmag.com/tag/metal-detecting-wales/ P.S.1: não, não tem nada novo neste post. Pensando bem, no aniversário, a gente comemora o que já viveu, não o que ainda vai viver…
http://almanarastl.org/wp-json/oembed/1.0/embed?url=http://almanarastl.org/calender/ P.S.2: como é que eu sei que é hoje, se perdi meus primeiros arquivos? Porque antigamente eu usava essa data como senha! ^^

Sobre

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Vai que você curte

Leia o post anterior:
O valente e o covarde

Um pensando em se matar, outro dizendo que deveria mesmo. Um disposto a encarar qualquer coisa, outro tentando fugir de...

Fechar