Jabá sem gerimum

Já vou avisar, quem se ofende fácil, pode parar de ler agora, exatamente aqui. Continuou? Então respira fundo e tenta entender meu ponto de vista, por favor.

Eu ganhei um selo do Vavá e fiquei babando muito mais na explicação desse selo: “Reconhecer os valores que cada blogueiro mostra a cada dia, seu empenho em transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc. Em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, entre suas palavras…” Lógico que este selo está ali na minha apresentaçãozinha de selos, sob o título de jabá sem gerimum. Para quem não sabe, jabá com gerimum é carne seca com abóbora, mas a palavra jabá também é utilizada para definir as músicas que tocam nas rádios só porque a gravadora tá pagando propina. E eu gosto do trocadilho envolvido, digo que é sem gerimum porque não ganho nenhum centavo com isso.

Mas, porém, contudo, todavia, entretanto, eu acho meio estranha essa política de selos, sabe. (não reclama, eu mandei parar de ler, lembra?) Veja que um selo é uma coisa pessoal. Tudo bem, alguns blogueiros não tem conhecimento técnico nem photoshop para fazer seu próprio selo, ok, eu entendo. Mas eu sou veementemente contra repassar selos. Não sei se alguém reparou que eu nunca repassei nenhum… Quando conferi o meu selo de garrafeiros de plantão, nem pedi isso, mas que eu saiba, esse selo não foi repassado (e não pode ser repassado, diga-se de passagem). Primeiro, porque garrafeiro é quem me deixa garrafas aqui, porque a teoria das garrafas é minha e só existe uma pessoa na face da terra com o direito de reivindicar essa expressão. Segundo, porque eu sou chata e considero que um selo que eu passo para alguém não é para ser extendido a quem eu não sei se merece. Sei lá, é que meu selo tem o endereço do meu blog e de alguma forma é como se eu também dissesse que gosto de um blog que provavelmente eu nem leia.

Assim sendo, eu agradeço de novo cada selinho que ganhei e me desculpo por não repassá-los. Porque a minha política aqui é conceder o meu selo, um atestado de garrafeiro de plantão. E já que estou falando nisso, está na hora de tomar vergonha nessa minha cara de bolacha e conferir a segunda remessa de selos de garrafeiros de plantão:

Drika
Emerson
Garota Enxaqueca
Iúna
Paula
Renata
Srta. Diazepan
Vavá

Vênus

Para os preguiçosos já com código pronto para copiar, obviamente com link para a teoria das garrafas:

Sobre

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Vai que você curte

19 Comentários

  • Adorei! Obrigada! E entendo o seu ponto de vista! E respeito! Outra coisa, já percebi que o seu conhecimento de html e outras funcionalidades do blog são infinitamente maiores que os meus, e acho super legal a maneira como você coloca os seus selos. Seria demais te pedir ajuda para que eu possa fazer isso ou algo parecido? Meu msn, se quiser adicionar é paulaanjo@msn.com (o anjo tem duas explicações: a primeira é que eu não consegui nem com reza brava me cadastrar com os meus sobrenomes e a segunda é que eu realmente sou um anjo (hehehe)
    beijão!

  • Muito grata. Não posso evitar, pode ser muito sério, mas eu ri muito.
    Essa menina é rebelde mesmo, e isso faz parte de sua pessoa como um complemento de sua plenitude de beleza.
    Um grande abraço, não vou repassar, rsrsrs.

  • e eu não digo coisa com coisa, deve ser o analgésico que tomei para ver se passa a po##@ da dor de cabeça.

  • Selo é coisa tão ultrapassada, hoje em dia tudo vai por e-mail, hauhauhauh.

    Tirando a brincadeira, eu não sou fão desse negócio de selos e “memes”. Pra mim, isso é só pra alguém conseguir mais uns links de volta, huahauhau.

  • Lomyne,

    Obrigaduuuu, agora que já sou formalmente um garrafeiro de plantão, vou me esforçar mais e mais pra fazer coisas bacanas como você faz.

    Concordo com seu ponto de vista sobre o repasse de selos. Prometo que o próximo será personalizado.

    Pegando carona no comentário da amiga Paula, quando sobrar um tempo e se tiver saquinho ensina uns truques pra gente!

    Beijos

    Vavá

  • Acho que todos gostam de ganhar selos, eu já ganhei muitos mas tenho um problema sério em ficar repassando ou colocando eles no blog, até porque não sou muito boa com informática. Até por isso meu layout é o mais velho de todos… ahaha

    Sempre agradeço os selos e paro por ali… É meu jeito de lidar com a questão dos selos…

    Beijos

  • Uma vez fiz uns posts descendo a ripa nessa história de selo (não sei se você já leu) Foi uma polêmica só… você pegou leve..eu ironizei, falei da falta de critérios, fui sarcástico, criei categorias de selos escrachando geral… rs Bom, recebi o rótulo de ranzinza da blogsofera. Já devo ter recebido uns dez selos, mas assumo a seguinte postura: não repasso, mas faço questão ir ao blogue que me indicou, agradecer e deixar bem claro que o meu maior prazer é tê-lo como leitor.
    É isso não é ironia, é sincero. Em um mundo (blogosfera) em que não se prima muito pelo salutar hábito da leitura… conseguir um leitor é uma grande alegria.

  • Além disso, dar o selo para os outros tem uma conotação sexual terrível e se souberem que você anda passando o seu selo para os outros fica mal na fita… rs rs rs rs…

  • Ultimamente a Fluoxetina não anda me deixando beber, mas agradeço imensamente essa garrafa cheia!!!
    Assim que a depre for embora vou abri-la e brindar!!!
    rsrsrsrs

    Obrigada pelo selo, ando escrevendo tão pouco, mas sempre que percorro o caminho dos blogs não me afasto do seu!!!

    Beijosss

  • Na verdade, diretores artísticos de gravadoras são seres bondosos. Jabá, dizem eles, é “verba de divulgação”…

  • será que agora vou conseguir comentar aqui? tô tentando desde sábado e num consigo!!!
    primeiro obrigada pelo selo… juro que fico muito honrada por isso e tá lá o agradecimento no meu blog!
    beijão, sumida!!!

  • Oi,coisa

    Passei apenas para dizer que agradeço,mas NÃO quero “isto” que vc chama de selo ou de atestado de garrafeiro de plantão…(garrafeiro ,eu?vai pagar quanto?)

    Por quê?Eu explico:
    1)Porque isso pra mim é mais uma propaganda do seu Blog do que um elogio ao meu.
    2)Vc,a meu ver é muito arrogante e cheia de si!
    3)Acha que a ultima coca-cola do deserto que escreve,recebe visitas e fica vendo o cortejo de baba -ovo passar…e não levanta a bunda para visitar ninguém.
    Esqueça meu Blog,ô…

  • Oi, Vênus. É uma pena que você veja as coisas desta forma, mas é um direito seu. Fique à vontade em não aceitar, independente de quais forem suas razões.

    De toda forma, creio ser importante lhe explicar algo, anunciado em um post com mais de um mês: minha ausência da blogosfera, o fato de não visitar ultimamente os blogs de que gosto, não é uma escolha voluntária. Minha rotina de trabalho mudou, não estou mais tão online quanto antigamente e por isso não tenho visitado ninguém.

    Quanto ao seu pedido de esquecer seu blog, desculpe, mas não atenderei. Cessarão meus comentários, tenha certeza, mas ler o que você escreve é uma escolha e eu escolho ler, não importa o que você pensa de mim. Você tem, a partir de hoje, meu silêncio. Espero que isso não a incomode, afinal não será tão diferente de agora.

  • A menina é uma coitada e encontrou este espaço para manifestar todas as suas frustrações. Não dá para ter raiva.. nem abrir discussão com esse tipo de pessoa. A gente pede que ela vá se informar, reflita, pondere aí, depois, a gente pensa se vale a pena…
    Não creio que eu seja arrogante… sou extremamente seletivo.

    Viu por que eu modero comentários? Não quero qualquer idiota arrumando espaço no meu blogue…

  • eeeeebaaaa!!!
    ganhei um selo!!!
    embora ñ faça a mínima idéia de como colocar no blog, fico feliz!
    ehehehe
    beijão!!!

Comentários indisponíveis.