Mídias Sociais: isso é um negócio

O Fórum de Mídias Digitais e Sociais (FMDS) reuniu no último final de semana quase 300 pessoas, para assistir 72h de palestras com foco em internet. Ferramentas para blogs e podcasts, dicas de SEO, empreendedorismo, cases de sucesso e diversos temas correlatos foram discutidos por grandes profissionais, em um evento colaborativo e sem fins lucrativos que, como dito anteriormente, apresenta o melhor custo-benefício do mercado.

Profissionais de marketing, publicidade, tecnologia da informação, blogueiros e podcasters trocam experiências, fazem análises e buscam soluções para a construção de uma web melhor, tanto faz se 2.0, 3.0 ou qualquer outra “versão”. Não estamos falando de jovens e adolescentes que simplesmente se divertem na internet.

Há todo um universo de profissionais que hoje vive de trazer pessoas e empresas para internet, transformar relações unilaterais em multilaterais, diminuir a distância entre pessoas e empresas. São anos de dedicação a um mercado que cresce exponencialmente, propondo soluções, buscando inovações. Mídias sociais não são brinquedo, exigem cada vez mais profissionais qualificados.

Quando o mercado entender que basta acreditar nestes profissionais, disponibilizar tempo e dinheiro, aí sim teremos muitas histórias para contar. Aí sim, quem sabe, a Tecnisa deixe de ser o único grande case brasileiro e passe a ser apenas o primeiro de muitos.

Até lá, não custa repetir: Facebook, Twitter, Orkut e blogs podem ser usados de graça. Por isso mesmo, quem utiliza estas ferramentas em nome da empresa deve ser um profissional qualificado. E bem pago, porque ele tem o poder sobre o relacionamento direto com o cliente. E isso não tem preço.

Sobre

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Vai que você curte