Ah, Mulheres… Modernas?

Continuando o projeto “2017 essa porra desse blog vai pra frente”, finalizando um post que deveria ter saído na primeira semana de dezembro (não reclama que pelo menos tá saindo).

Segunda feira de manhã um amigo me coloca em um grupo fechado para um evento. Entro, dou uma olhada, só mulheres reunidas para uma palestra com um conselheiro amoroso. Perguntei se ele tava mesmo falando sério, porque né, imagina eu numa palestra de auto ajuda pra mulheres com problemas com homens. Tamos aí, solteira na batalha, mas não acho que eu tenha problemas com homens. Meu amigo respondeu que queria meus comentários profissionais, então né, junto duas amigas e vamos pelo esporte.

A palestra fala de erros femininos e de um modelo médio complicado, uma ideia composta de muitos clichês. Na plateia mulheres com diferentes idades, histórias, expectativas e desejos, algumas delas me surpreenderam. Eu não sei bem o que pensar da média da mulher moderna, eu voltei com muitas perguntas na cabeça…

Nós somos desesperadas para casar?
Acreditamos mesmo em Homens-Peter Pan?
Porque as pessoas traem?
Como se constroem relacionamentos?
Por que você chupa um homem que não te chupa?
Existe um modelo de felicidade?
Homens e mulheres sabem o que querem?

Eu não posso enumerar muitas coisas aqui por uma questão de respeito à privacidade das pessoas, tanto pelo que foi dito no evento quanto pelo que rola no grupo do Facebook (sim, eu ainda tô no grupo, eu tenho um senso de humor sórdido), mas tem gente perguntando coisas básicas, tipo:

Tá ok dar no primeiro encontro? O que os homens pensam disso?
Os homens são muito imediatistas nos apps de paquera, será que isso tem a ver com a facilidade do sexo casual?
O que eu faço se o cara me trata mal e tem vergonha de sair comigo?
O que o homem prefere: uma mulher de caráter? Uma biscatona? Uma mosca morta ou uma feminista? Cérebro ou bunda?
Qual a finalidade ou o por que do homem querer duas mulheres para sexo?
O homem deve ou não abrir a porta do carro?

2017 e ainda tem mulher adulta fazendo esse tipo de pergunta. SÉRIO. E sabem o que é pior? O comportamento ali me faz pensar que na verdade essas mulheres estão procurando uma receita de bolo sobre como conquistar um cara como esse dono do grupo (quiça conquistar ele mesmo). Isso não parte dele, ao que me parece ele não tem a menor intenção de pegar qualquer uma dessas mulheres, os objetivos dele estão mais associados à promoção pessoal e reconhecimento social do que propriamente pegar mulher.

Eu não entendo essas mulheres. E foi assim que eu percebi que um dia eu dormi e acordei feminista.

p.s.: caso você tenha curiosidade sobre minha opinião profissional, esse cara está longe de saber falar em público, é tedioso em princípio e conforme a gradação alcoólica aumenta ao longo do tempo a qualidade faz uma parábola… Eu tenha certeza absoluta que esse cara não sabe o que tá fazendo, mas assim como milhões de empreendedores de palco, isso pode funcionar pra ele. Eu não recomendo, mas se você quiser encarar, te coloco no grupo, só me avisa em pvt.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+

Post Author: Lomyne

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *