Poesia pura

Prece
Eliana Mora

Preciso do veludo
dos teus cílios
da maciez
e da audácia
do
teu cheiro
da embriaguez
que vem
da tua
boca

Preciso te tocar

Preciso voltar
a ouvir

o som
do teu
corpo

Às Vezes
Álvaro de Campos

Às vezes tenho idéias felizes,
Idéias subitamente felizes, em idéias
E nas palavras em que naturalmente se despegam…

Depois de escrever, leio…
Por que escrevi isto?
Onde fui buscar isto?
De onde me veio isto? Isto é melhor do que eu…
Seremos nós neste mundo apenas canetas com tinta
Com que alguém escreve a valer o que nós aqui traçamos?…

Dois poemas roubados daqui, um lugar que ainda vou voltar muito.

Sobre

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Vai que você curte

Leia o post anterior:
Blá-blá-blá

Não há muito para falar quando não se trabalha... Parece que o mundo gira mais devagar. Aliás, meu mundo está...

Fechar