Todo Poderoso

Ontem fui ver Todo Poderoso. Ri um bom tanto, uma comédia que não é para você chorar de rir, é só para sair do cinema mais leve. Mas o filme nem foi tão importante. Especial mesmo foi a companhia, que me encontrou com um sorriso no rosto e me proporcionou muitos, muitos sorrisos. Inclusive o que está fixo no rosto hoje. E o presente fofo que ganhei ontem, um Patrick para fazer companhia ao meu Bob Esponja, fica como uma doce lembrança de alguém que está começando a ser muito importante. Perigosamente importante…

P.S.: Coooomo assim? Que surto de comentários surreais foi esse, meu povo? De onde toda essa sorte de gente saiu? 4 comentários, 3 de gente que nem sabia por onde eu andava e um eu nem sei quem é. Pelo jeito, vem todo mundo da casa velha, mas eu não estou entendendo, juro que não estou entendendo… De qualquer forma, sejam bem-vindos.

Sobre

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Vai que você curte

Leia o post anterior:
Mensagem Administrativa (&%$@!#$%&)

Fiquei sem comentários por mais de 24 horas, problemas com a hospedagem do Falou & Disse, meu querido sistema de...

Fechar