Momento diarinho I

buy Seroquel now Eu me calo. Pra não saber o que este ou aquele quer, pra não ter que me perguntar que diabos está acontecendo, eu me calo. Não faço perguntas cujas respostas sei que poderiam me machucar, porque sinceramente não estou nada a fim. Não quero saber o que queriam dizer ou o que estava por trás do que disseram, quem ouviu ou o que diabos algumas pessoas pensaram. Não quero escutar ranhuras distorcidas de ladainhas que conheço de cor e salteado, palavras de pessoas que muito me importam e sinceramente deveriam pouco me importar. Eu aqui a reclamar de certas situações sem nexo algum e pensando que um dia desses ainda vou flagrar estas figuras todas tomando cerveja e jogando sinuca, todas juntas a rir de mim em um pesadelo paranóico que parece incapaz de me libertar de meus próprios demônios…

http://dustinhallphotography.ca/halifax-wedding-photographer-dustin-hall-2012-retrospective-favourties/ Eu estou querendo, precisando e merecendo um pouco de férias do mundo real. Passar um breve espaço de tempo em um lugar em que eu não tenha que dizer nada duro pra ninguém, onde todos só tenham palavras doces pra mim e onde pouco importe os erros e acertos. Resumindo, eu quero acreditar que vim ao mundo a passeio, que o mar vai secar pr’eu comer peixe frito e que o mundo vai acabar em melado pr’eu morrer doce. E penso na minha amiga Uly, que costuma dizer que a imaginação é quase sempre pior do que a realidade…

Sobre

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Vai que você curte

Leia o post anterior:
MENSAGEM ADMINISTRATIVA

Eu já disse que adoro escrever isso? Pois é, eu adoro. Senhores, além de ser filha de deus, sou privilegiada...

Fechar