Temporada de caça

Está aberta a temporada brasileira de caça às bruxas no varejo. Ou, noutras palavras, já começou a aporrinhação zoológica de ano de eleição municipal. De agora até outubro vai ser candidato acusando candidato e o mais bacana, vai ser aquela merda para acertar no pequeno varejo de cada cidade as alianças políticas estruturadas nacionalmente e que agridem as asssociações políticas locais.

Em Curitiba, por exemplo, tem petista esperneando porque não quer negociar na cidade com todos os partidos aliados do presidente. Entende-se muito bem as razões, tendo em vista que na cidade nenhum prefeito está a fim de baixar a crista para nosso fofíssimo governador Requião, que por sinal se elegeu com menos de um focinho de vantagem no segundo turno.

E assim vai o ano. Mais uns dois meses e começa até a ficar divertido…

Sobre

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Vai que você curte

Leia o post anterior:
Cotas – de novo, ainda e por muito tempo

Há muito tempo, escrevi sobre cotas (link). Na época, o governo discutia a implementação das cotas. Hoje, elas funcionam no...

Fechar