O valente e o covarde

Um pensando em se matar, outro dizendo que deveria mesmo. Um disposto a encarar qualquer coisa, outro tentando fugir de qualquer jeito. Um buscando desesperadamente a que se agarrar, outro deixando acontecer. No fundo, considero que aquele que pensa em se matar o valente, porque está disposto a encarar o desconhecido e se agarrar em uma fé de algo melhor. Não, eu não sou a favor do suicídio, nunca me mataria, simplesmente porque sou covarde. E porque minha covardia me faz sentir viva, porque o medo faz parte do ser humano. Só que respeito mais os suicidas do que os filhos da puta que incentivam os outros a se matarem.

Post minúsculo motivado por Yoñlu, um menino com o mundo nas mãos e com monstros como amigos virtuais. Monstros sim, egoístas mais ainda. Porque com certeza aqueles que ficam com as saudades teriam feito de tudo para evitar. E agora só vão carregar no peito uma dor triste e um coração dilacerado. Mas só entende isso os que sobrevivem. E não to nem aí se a pauta é velha… ainda me choca.

Sobre

Eu sou uma ideia abstrata de mim mesma, vivendo para o meu trabalho e insistindo em acreditar que algum dia eu vou conseguir escrever o tanto que penso.

Vai que você curte

2 Comentários

  • que estranho…semana passada fiquei sabendo desse assunto velho, não menos chocante…e vi hoje tua despedida do 3 setor, por isso cheguei aqui e me deparei com essa coincidencia. enfim.
    marie

  • Minha despedida do 3setor foi bem estrondosa, Marie. Muitos usuários da lista vieram ao blog, é provável que este assunto tenha ido parar nas listas depois que foi postado aqui…

Comentários indisponíveis.